Lançamento do Livro Operação Omar com presidentes da República de Portugal e Moçambique e Primeiro-ministro português

Lançamento do Livro Operação Omar com presidentes da República de Portugal e Moçambique e Primeiro-ministro português
Foto: DR
Lançamento do Livro Operação Omar com presidentes da República de Portugal e Moçambique e Primeiro-ministro português

Presidentes da República de Portugal e de Moçambique, primeiro-ministro de Portugal, ministros moçambicanos, presidente da Câmara de Viseu, presidente do Conselho Geral e de Supervisão do Grupo Visabeira, presidente da Visabeira Moçambique, presidente do Sporting Clube de Portugal e futebolista Geny Catamo entre os inúmeros convidados.

 

O Zambeze Restaurante, em Lisboa foi cenário da apresentação do livro “O Fim da Luta de Libertação Nacional em Moçambique: Operação Omar”, da autoria do general Anastácio Mtumuke.

 

O lançamento contou com a presença dos mais altos dignatários dos dois países, com destaque para o Presidentes da República portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa e para o Presidente da República de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi. Luís Montenegro, primeiro-ministro de Portugal, ministros moçambicanos, Fernando Nunes, presidente do Conselho Geral e de Supervisão do Grupo Visabeira e Fernando Ruas, presidente da Câmara Municipal de Viseu, foram alguns dos muitos convidados do jantar que marcou a apresentação da obra.

 

De destacar, ainda, a presença do futebolista moçambicano Geny Catamo, atleta do Sporting Clube de Portugal que, acompanhado pelo presidente do clube, Frederico Varandas, privou com o Presidente da República de Moçambique e com Fernando Nunes.

 

Neste evento, realizado no restante lisboeta inaugurado em 2012 e que resultou de uma sociedade entre o Grupo Visabeira, o INATUR – Instituto Nacional de Turismo de Moçambique, e uma sociedade da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique e dos Aeroportos de Moçambique, também estiveram os principais responsáveis daquela holding portuguesa que está presente com empresas em Moçambique desde 1980.

 

Coube, aliás, a Fernando Daniel Nunes, na qualidade de presidente do Conselho de Administração da Visabeira Moçambique e de administrador do Grupo Visabeira a abertura da sessão com as palavras de saudação aos convidados.

 

O gestor apresentou o percurso de sucesso do grupo, que este mês assinala 44 anos, enaltecendo que a empresa está actualmente com actividade empresarial em 18 países e com produtos e serviços em 134 nações.

 

Fernando Daniel Nunes referiu, ainda, que o Grupo Visabeira emprega mais de 14 mil colaboradores, e que continua a sua trajectória de crescimento tendo alcançado em 2023 o volume de negócios de 1,7 mil milhões de euros e prevendo em 2024 atingir o volume de negócios consolidado de 2,2 mil milhões de euros, dos quais cerca de 80% é obtido no mercado externo, com o mercado europeu, excluindo Portugal, a representar 60%, os Estados Unidos da América 10% e África 10%.

 

O Grupo Visabeira tem concentrado na área dos negócios das telecomunicações e energias 80% da sua facturação global. A principal empresa desta área é a Constructel Visabeira que tem reforçado a sua presença internacional em França, Bélgica, Reino Unido, EUA e Alemanha, que contribuem em conjunto com mais de mil milhões de euros para a globalidade das receitas da empresa.

 

A área da indústria agrega a cerâmica, porcelana e o cristal os biocombustíveis, e soluções termoeléctricas, representa 14% da facturação do Grupo. Na área da indústria tem particular destaque a Vista Alegre que este ano comemora duzentos anos e a Bordallo Pinheiro marca centenária de faianças artísticas.

 

O sector do turismo, imobiliária e serviços representa 6% da facturação, tendo como marca mais expressiva a Montebelo Hotels com empreendimentos turísticos espalhados no território nacional, entre Viseu, Penalva do Castelo, Aguieira, Ílhavo, Alcobaça e Lisboa.

 

Em Moçambique o Grupo Visabeira tem diferentes parcerias com empresas estatais e nacionais.

 

Das principais marcas naquele país destacam-se, entre outras, a TVCABO Moçambique, a Televisa, que actua no sector da engenharia de redes de telecomunicações, a Electrotec, que opera na construção de redes de energia eléctrica, a Sogitel, que trabalha no sector da construção civil e infra-estruturas e a cadeia hoteleira Montebelo com unidades em Maputo, Gorongosa, Songo, Lichinga e o mais recente o Montebelo Millibangalala Bay Resort.