Pelos Trilhos de Portugal-Rota da Atalaia, Montijo

Pelos Trilhos de Portugal-Rota da Atalaia, Montijo

A Rota da Atalaia, no Montijo, percorre alguns dos troços que, outrora, eram percorridos pelos peregrinos que se dirigiam até ao Santuário da Nossa Senhora de Atalaia, razão do nome deste itinerário.

O trajecto começa junto à Praça da República, avançando até à Rua Joaquim de Almeida, onde os pedestres podem aproveitar para contemplar um mural feito em azulejo, no qual está ilustrada a imagem de Nossa Senhora da Atalaia.

A estrutura onde está instalada actualmente a esquadra da Polícia  é também um ponto a ser admirado. Antigo retiro religioso dos Frades Agostinhos, esta construção quinhentista apresenta características manuelinas.

Seguindo pela Estrada Velha da Atalaia, chega- se a uma zona onde predominam as fábricas de cortiça e do tijolo, um importante património material e testemunho da actividade económica desta região.

O Cruzeiro Quinhentista, erguido pela Confraria da Alfandega, por volta de 1551, é o último ponto de interesse que pode ser deslumbrado antes de chegar ao Santuário de Nossa Senhora de Atalaia. Com uma vista sobre a região que a envolve e sobre o Rio Tejo, pode ser encontrado num dos anexos da igreja o Museu dos Ex-Votos. Este local exibe um vasto espolio de ofertas feitas à Santa, como pagamento das promessas.

Deixando o Santuário, o trajecto continua até à Fonte Santa e, posteriormente, até ao Museu Agrícola da Quinta Nova da Atalaia, o último ponto a visitar neste percurso.